תמונת בוגר

Rav Ivo Zilberman

Ex-aluno das Yeshivot Or Israel College e Har Hamor

Atualmente Rosh Colel do Beit Hamidrash leTorá umanhigut 'Chorev' – Jerusalém

Depoimento

Me lembro como se fosse ontem do meu primeiro Yom Yerushalaim em Israel como aluno da Yeshivat Har Hamor. Depois da seudá (refeição) e profundas palavras de Torá proferidas pelos rabinos da yeshivá sobre a santidade de Yerushalaim, os alunos se dirigiram aos ônibus em sentido à cidade velha. Logo ao chegarmos, entrando nos portões da cidade velha começamos a cantar o passuk que diz: “SHOMRIM AFKID AL IRCHA KOL HAYOM VEKOL HALAYLA” (“Designarei guardiões sobre tua cidade, todo dia e toda noite”). Dificilmente conseguirei sentir novamente a emoção vivida naqueles minutos, o sentimento de uma ligação eterna com Torá, com o povo de Israel e também com a Terra de Israel.

A Yeshivat Har Hamor me ensinou que estamos vivendo hoje numa época na qual o povo de Israel está se reconstruindo depois de dois mil anos de uma galut amarga. Nós temos que saber que o coração dessa reconstrução é a Torá Hakdoshá - tanto o estudo da Torá nas Yeshivot hakdoshot, dos baalei batim, de crianças que estão aprendendo o alfabeto, quanto o cumprimento dela na prática. Porém, um corpo não é formado somente pelo coração e sim por vários órgãos e cada um tem uma função importante. Assim também o povo de Israel deve renascer com o seu corpo inteiro, com seu exército, sua economia, sua agricultura e etc. Cada um desses elementos faz parte de um corpo completo, um corpo sagrado chamado ‘Am Israel’. Nossa função é entender que o coração desse corpo, que é o que dá a ele a vida, é a Torá Hakdoshá. Do mesmo jeito que Yerushalaim é o coração da Terra de Israel, assim também a Torá é o coração do renascimento do povo judeu.

 

Hoje eu tenho o mérito de ser membro do Beit Hamidrash leTorá umanhigut 'Chorev', que tem como meta formar rabanim que ao terminarem os seus estudos no koilel saem para kehilot em Eretz Israel. O objetivo é mostrar a beleza da nossa Torá, aproximando-os das Mitsvot. Alguns bogrim do koilel já estão fazendo esta shlichut hoje, tanto no norte quanto no sul de Israel.